sábado, 17 de janeiro de 2015

ACONSELHAR-SE COM FREQUÊNCIA

Conselhos de Família para os Casais


Nichole Eck

Os conselhos da Igreja seguem um padrão divino em todos os níveis. 
"O conselho familiar", disse o Presidente Spencer W. Kimball(1895-1985), "é o conselho mais básico da Igreja".

O Élder M. Russel Ballard, do Quórum dos Doze Apóstolos ensinou que "os conselhos familiares são fóruns ideais para que se consiga uma comunicação eficaz". São, explicou el, uma ocasião para tratar das necessidades da família e das necessidades de cada membro da família., resolver problemas, tomar decisões em família e planejar atividades e metas familiares tanto do dia a dia quanto de longo prazo.

PRINCÍPIOS E SUGESTÕES PRÁTICAS QUE VOCÊ PODE APLICAR A SEUS CONSELHOS FAMILIARES ENTRE MARIDO E MULHER.

1. INICIAR COM UMA ORAÇÃO



"Quando a comunicação com o Pai Celestial é rompida,a comunicação entre os cônjuges também se rompe."
O Senhor pode ser um participante vital em seu casamento. ..
O Espírito pode guiar a discussão e ajudar a promover bons sentimetnos e boa comunicação.


2. DECIDIR JUNTOS

"O consenso dos membros do conselho pode ser alcançada por meio da oração e da discussão, a fim de que alcance a unidade, que é um pré-requisito para o auxílio do Senhor...
Nos conselhos de família, precisamos chegar a nossas decisões importantes por consenso divino, não por concessões.


3. AVALIAR A SI MESMO

"E por que reparas tu no argueiro que está no olho de teu irmão, e não vês a trave que está no teu olho?" ( Mateus 7:3)
Você tem o poder de mudar somente uma pessoa, você mesmo. Você pode ser tentado a usar um conselho familiar para apresentar uma lista de críticas ao cônjuge. Em vez  disso, vá aos conselhos com o desejo de melhorar a si mesmos... faça metas para o aperfeiçoamento pessoal e peça apoio ao seu cônjuge ao empenhar-se para mudar.



4. ABORDAR QUESTÕES DIFÍCEIS

"Todas as famílias têm problemas e desafios. Mas as famílis bem-sucedidas tentam chegar juntas às soluções em vez de partir para críticas e contendas."
Constroí-se um casamento forte superando desafios, não os ignorando ou evitando.



5. MANTER UM CLIMA POSITIVO

Se você realizar conselhos familiares soomente "em tempos de estresse (...) e nunca reconhecer (...) realizações ou elogiar seus familiares nem mostrar amor por eles, então eles passarão a detestar os conselhos de família".



6. PERSEVERAR

"Façamos o melhor possível e procuremos melhorar a cada dia. Quando nossas imperfeições aparecerem, podemos continuar tentando corrigí-las. Podemos perdoar mais as falhas em nós mesmos e nas pessoas que amamos."



Por fim, lembre-se de que trocar maus hábitos de comunicação por padrões positivos requer tempo e prática. 
O Senhor deseja que tenhamos paz em nosso lar e em nossa comunicação. Ele nos ajuda em nossos pontos fracos e abençoa nossos esforços.
Com a ajuda Dele, podemos nutrir uma atmosfera de respeito, compreensão e harmonia que transformará nosso lar, como prometeu o presidente Monson, num pedacinho do céu aqui na terra.


( A Liahona, jan. 2015, pp.42-45 )